O que somos?

Sabe, no meu quintal tem uma cadeira de descanso, quando tô triste ou pensativo, eu gosto de pensar nela e ver as estrelas. A visão do céu noturno, repleto com aquelas luzes distantes me faz pensar.

Somos tão pequenos diante da vida e do universo.

O mundo pode nos pisar com uma tremenda facilidade.

E as estrelas continuam a brilhar. Quando consigo observar aquele amontoado de luzes, percebo que somos exatamente como eles.

Um “amontoado de vida”

Você já viu o brilho de uma estrela solitária?

É lindo, mas tão vazio.

As constelações, a via Láctea, as galáxias, a vida.

Tudo brilha, resplandecendo nesse universo em expansão, no vácuo da escuridão.

Levaram mais de 30 trilhões de anos para o desenvolvimento do universo como o “conhecemos”.

20 trilhões onde as estrelas se formavam através da concentração de gases que reagiam com diferentes organizações moleculares dando origem ao um novo tipo de vida.

Até que enfim, uma parte dessas formas de vida finalmente se organizou em uma estrutura que tinha “consciência”

“estrelas morreram para pudéssemos viver.”

Por isso dizem que viemos do pó das estrelas.

Do pó viemos, ao pó retornaremos.

Mas sabe, se você olhar as estrelas brilhando juntas, cintilantes, resplandecentes, você acreditaria mesmo que somos apenas pó?

Apenas um Escritor- 11/11/17 – 22:28

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s